• Filipe Martins 9ºA

PROJETO EDUC@VOCAÇÂO

No âmbito da promoção da educação e desenvolvimento vocacional, seguindo uma abordagem multinível e integrada, o Projeto Educ@Vocação promoveu uma ação de sensibilização, por parte dos Serviços de Psicologia e Orientação Vocacional, realizada entre os dias 3 e 15 de novembro, nas aulas da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento.

Esta ação contou com a participação dos docentes: Maria José Veloso (coordenadora do projeto), Angelina Santos, Artur Cadeco e das psicólogas Ana Gomes e Teresa Machado, promovendo-se uma cultura de partilha, cooperação e parceria a nível escolar. Assim, esta atividade visou definir e implementar um contínuo de respostas diferenciadas que respeitassem a diversidade e as necessidades de todos os alunos do 9º ano desta escola.


Testemuho:

No passado dia 4 de novembro, nós, alunos do 9ºA, contamos com a presença das psicólogas da escola durante a nossa aula de Cidadania e Desenvolvimento.

Por parte do SPO (Serviços de Psicologia e Orientação Vocacional), no âmbito do projeto “EDUC@VOCAÇÃO”, as psicólogas aprimoraram a nossa ideia de autoconceito de valorização pessoal.

Após uma breve apresentação das psicólogas, visualizamos um vídeo que nos ajudou a perceber que, independentemente das circunstâncias, devemos sempre trabalhar para alcançar os nossos sonhos e objetivos. Na nossa consciência, devemos encararmo-nos como sendo os melhores naquilo que fazemos, nunca com o intuito de nos sobrevalorizarmos de forma egocêntrica e a acharmo-nos superiores aos outros, mas, no sentido de parabenizar as nossas conquistas pessoais, a fim de melhorar, consequentemente, a nossa autoestima.

Por fim, ouvimos uma música relativa ao tema e preenchemos um pequeno questionário anónimo sobre a nossa vida pessoal, para que, mesmo de forma anónima, as psicólogas possam ter uma ideia geral de cada um dos alunos da turma.

No meu entender, este projeto é importante para a nossa saúde mental. Fico contente por, ao longo deste ano letivo, podermos fazer parte do mesmo, não só no sentido da orientação vocacional, mas também da ajuda que as psicólogas nos podem dar para melhorarmos a forma como nos vemos, assim como a nossa autoestima e saúde mental.


Filipe Martins 9ºA


97 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo