• Jornal Agrupamento de escolas Dr. Flávio Gonçalves

CONCURSO DOS SANTOS POPULARES

Atualizado: 7 de jul. de 2020


Viva os Santos Populares   

Este ano ficam no altar   

Em tempo de desconfinamento  

Em família os vamos festejar


Escreve umas quadras alusivas ao tema, envia para o e-mail do jornal e poderás ganhar prémios!


Equipa FGNotícias

Cristina Ferreira

Paula Soares Costa


Os SANTOS POPULARES em época de confinamento


Da janela da cozinha

Vemos uma cascata, que gracinha

Que aspeto acolhedor,

Tanta música e movimento chilreador.

No topo estão os Santos:

António, João e Pedro,

O povo está nos recantos

E a banda a tocar no adro.


Depois de tanto confinamento,

Só faltava o cancelamento!

Que mais nos vai acontecer?

Que só nos resta benzer.

Grande desgraça vai este ano.

Nem se pode saltar a fogueira,

Só nos resta ir ver o oceano

Porque não há outra maneira.

Leonor Silva 5ºA



Todos juntos

e felizes

Festejamos

Os santos populares


O Santo António é o primeiro

Pelas ruas de Lisboa

se festeja o dia inteiro

E se prova sardinha boa

Depois vem o São João

Com o trono com manjericos

Todos sentem no coração

A música dos bailaricos.

Por fim o nosso São Pedro

O cheiro da sardinhada

O calor da fogueira

Uma noite bem passada

Matilde Lima 5º C



Na noite de S. Pedro

Na Póvoa irei estar

Mesmo sem festa na rua

Com a família irei festejar.

Mesmo com confinamento

Santo António se comemorou

Sem noivas e casamentos,

A festa em casa continuou.

Vou comprar um manjerico

Para do São João me lembrar

Ele é o santo da minha terra

E nele todos vamos pensar.






S. PEDRO


O S. Pedro este ano

Vai ser diferente do habitual,

Em época de confinamento

Isso é normal!


Não há fogueiras na rua,

Nem as rugas a dançar,

Mas as sardinhas assadas...

Essas não podem faltar!


Vai ser um S. Pedro diferente,

Para tudo melhorar...

Depois faz-se uma grande festa

Quando o Covid passar!

Alice Rosa 5ºA









Nestes tempos pandémicos

Está tudo de pernas p’ró ar

Não podemos ir à escola

Nem Santos Populares festejar.

A escola entrou-nos em casa

Os meus pais em teletrabalho

Isolados de toda a gente

Ficamos loucos do «malho».

Aos médicos e enfermeiros

Temos muito a agradecer

Com ou sem intervenção dos Santos

Poucos deixaram morrer.

Aos nossos Santos Populares

Pedimos que não levem a mal

Andarmos mascarados no seu dia

Como se fosse Carnaval.

Lourenço Ferreira 5ºC


St. António, S.João, S. Pedro.

São eles, os santos populares.

E o seu dia,

Está para chegar!

Mas não podemos,

Sair à rua.

Pois este ano,

Vai ser diferente!

A pandemia que estamos a passar,

Obrigou-nos a confinar,

Por essa razão,

Temos que nos preservar.

St. António vem primeiro,

Depois o S. João,

Por último o S. Pedro,

E este ano não vamos largar balão,


Sardinhas vai haver,

Vamos comê-las no pão,

Em casa seguros,

Com muita emoção.

Alegria não vai faltar,

O vírus vamos espantar,

Com danças e canções,

Vamos aquecer os nossos corações.

Tiago 5º A


São Pedro, santo António, são João,

três santinhos do meu coração

Caldo verde, sardinhas e broa

Alguém inventou, e não foi à toa.

Tricanas, tricaninhas e pescadores

Fazem dos seus bairros esplendores

Matriz, Sul, Norte

A todos chega a sorte.

Bandas de música nos bairros,

Levam o povo ao rubro,

Crianças, jovens e velhinhos,

Marcam encontro no moinho.

Francisca Laranjeira 5ºE


Hoje é dia de Santo António Vão as marchas populares, A seguir vem São João São pessoas aos milhares.


Santo António é dos pobres põe toda a gente a saltar Enfeita-se as janelas de manjericos Que o povo vai comprar.

Guilherme Gomes 5º E


O São Pedro está a chegar,

Mas este ano será diferente.

Poderemos festejar,

Mas sempre com pouca gente.

A festa será como a sardinha,

Bem pequenina.

Poucos se podem juntar no arraial,

Que deverá ser no quintal.

Animação não pode faltar,

Mas o covid o convívio veio estragar.

Na rua não se pode estar.

Em casa vamos comemorar…

Santiago Arada 5º A




Dinis Rodrigues 5º E


S.Pedro sempre foste

um bravo marinheiro.

Protege os pescadores,

aqui no mundo inteiro.

Nas rusgas do S.Pedro,

é só cor e alegria.

Os bairros bailam e cantam,

sempre com muita euforia.

Mas este ano S.Pedro

em casa vamos ficar.

Para que estejamos seguros

Com a família a festejar

Ó S.Pedro Poveirinho,

que sempre gostaste de nós.

Manda o Coronavírus para longe

e tranca-o a sete nós.

Simão Pedro Monteiro 6ºI Afonso Silva 5º E


Raquel Macieira 5º C



Santos populares

são dias de grande folia

nestes dias particulares

em época de pandemia


Santo António com o menino

Era o primeiro a festejar

Mas quis o destino

A festa adiar

São João com o cordeiro

Queríamos festejar

Com o vírus pelo mundo inteiro

Só nos resta aguardar

São Pedro pescador

O rei da nossa festa

Com as sardinhas no assador

Ficar em casa é o que nos resta

Maria Inês Manoel 5º E





São Pedro um dia passou

Ao largo do nosso mar

Quis ver a Póvoa e gostou

E no sul ficou a morar

Em casa vamos festejar

Com são pedro por padrinho

E encher o nosso lar

De muito amor e carinho

Inês Cadilhe 5º E


Uma noite de alegria

Todo o mundo está feliz

Com os alhos porros, toda a gente fica

Com aqueles olhos de rubis!

Pelas ruas alegrar

Os martelos a tocar.

Os alecrins verdejantes

Trazem muito povo viajante.


Uma festa das melhores

Bate forte o coracão

Pois é noite do S. João.

Inês Souto 5ºA


Ó meu rico Sto. António

Santo casamenteiro

Não deixes que o Covid 19

Dure o ano inteiro


Meu querido S. Pedrinho

Patrono do mar

Afoga o Covid19

Nas tuas ondas do mar


A todos os Santos populares

Quero um desejo formular

Não deixes que a pandemia

Nos volte a fustigar

Rodrigo Loureiro 5º A



94 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo